Tecnologia

3 projeções futuristas para a tecnologia blockchain

Postado por em 16 de agosto de 2018 , marcado como , ,

A blockchain – essa tecnologia imutável, criptografada e descentralizada – é exaltada pelos entusiastas por seu poder de transformar processos e organizações centralizadas em sistemas autônomos.

(Foto: Pixabay)

O que significa que, a partir da tecnologia, ficou muito mais fácil eliminar intermediários e autoridades. Para trazer um pouco mais de clareza sobre as capacidades da blockchain, hoje apresentaremos 3 futuros possíveis envolvendo a tecnologia.

1. Eliminação de intermediários

Em sua essência, a blockchain é um sistema que visa eliminar a necessidade de intermediários que atestem suas transações.

Embora esse tópico pareça simples, hoje existem empresas que atuam apenas para garantir a veracidade dos dados. Já instituições como cartórios, tabelionatos, e o SERASA, são exemplos de terceiros de confiança muito requisitados no nosso dia-a-dia.

Não espera-se que a tecnologia blockchain substitua todo e qualquer intermediário, mas funcionará como importante aliado para a desburocratização de processos.

De acordo com o artigo do especialista em direito digital, Claudio Lossio, a tecnologia servirá para apresentar a prova de trabalho, mas não resolve o problema por completo. “A blockchain comprovará o ato concluído com êxito, mas não o conteúdo do ato em um todo”.

O que significa que o código de validação gerada pelo sistema, de um cartório, por exemplo, ficará impresso no documento, permitindo, assim, a consulta pública via web, sem, no entanto, atuar sobre o conteúdo da informação. Dessa forma, a tecnologia surge como um facilitador de processos, em um mundo repleto de dados e etapas administrativas.

2. Internet segura

Um das principais características da blockchain é a sua imutabilidade. Por ser distribuída em várias redes, torna-se extremamente difícil derrubá-la por um governo autoritário ou ações maliciosas. Em aproximadamente 10 anos de existência, a tecnologia nunca foi hackeada.

Por dar um exemplo, um imóvel comprado e documentado a partir de um contrato inteligente não pode ser excluído ou ocultado, fornecendo segurança ao proprietário contra práticas ilegais.

Nesse mesmo caminho, a blockchain será uma das ferramenta mais requisitadas para armazenar dados importantes de setores como o da saúde, logística e direitos autorias, garantindo a integridade das informações.

Ela visa resolver problemas como o dos prontuários médicos, de uma forma que forneça o histórico de saúdo do paciente porém garantindo a sua integridade. Para saber mais, leia nossa matéria sobre a blockchain e o setor de saúde.

3. Mercado de trabalho

A demanda por profissionais que possuem conhecimento prático de implementação de blockchain só tende a aumentar, criando uma importante demanda de mercado e oportunidades no setor.

Mas os trabalhos envolvendo a tecnologia blockchain não estarão restritas aos desenvolvedores e especialistas em computação. A sua abrangência possibilitará maior transparência para pessoas que trabalham em indústrias como a artística, por exemplo.

Roteiristas, designers e músicos terão o controle sobre a sua obra e passarão a ser remunerados de uma forma horizontal, sem a necessidade de terceiros – como já comentamos aqui.

Essa prática, inclusive, já é realidade. Com algumas plataformas como a Myceria permitindo que profissionais da música vendam seus produtos diretamente para o público, sem a necessidade de intermediários – como gravadoras ou advogados – dificultando a distribuição ilegal e tornando o produto mais acessível para o consumidor final.

Como podemos ver, o futuro é promissor e as possibilidades são incríveis. Vale a pena ficar de olho no que a tecnologia blockchain nos reserva.