Tecnologia

Como a blockchain promoverá mais eficiências sobre os registros médicos

Postado por em 9 de agosto de 2018 , marcado como , ,

“Saúde é riqueza”, já dizia o ditado. Para o setor médico, talvez não exista melhor maneira de estabelecer valor para todas as partes envolvidas do que garantir o acesso à informações que possam ser úteis no tratamento de doenças. É nesse contexto que a tecnologia blockchain surge como um forte aliado para o gerenciamento da saúde geral dos pacientes.

Como a blockchain promoverá mais eficiências sobre os registros de saúde do paciente

(Foto: Pixabay)

Garantir a integridade das partes interessadas tem sido uma das preocupações da indústria de saúde há algum tempo. Para os profissionais desse setor, o acesso e transparência dos dados – com a finalidade de ajudar na formulação de melhores análises sobre a saúde do paciente – é considerado o verdadeiro Santo Graal.

Não à toa, vários provedores de serviços e startups estão oferecendo informações ou EHR (Prontuários Eletrônicos de Saúde), como parte de suas ofertas tecnológicas – o que pode ser considerado um subconjunto desse mercado emergente.

Porque os dados são tão importantes?

Para médicos e agentes da saúde, isso significa acesso rápido e oportuno ao histórico e diagnoses do paciente, resultando em um tratamento preciso e mais oportuno.

Para a indústria de seguros, significa melhor gerenciamento das assistências, bem como pagamentos pontuais aos hospitais e clínicas. Já para os pacientes, pode significar melhores acessos aos cuidados médicos.

Em um cenário mais amplo, ser capaz de processar e gerenciar informações pode significar que o setor de saúde detecte tendências emergentes e, talvez, até mesmo consiga interromper problemas em larga escala, antes mesmo que um grande impacto seja causado.

No entanto, o armazenamentos dos EHRs não é tão simples quanto parece. Devido a sua natureza pessoal, os registros médicos devem ser confidenciais e, portanto, o manuseio de tais registros exige muito cuidado – inclusive para evitar situações fraudulentas.

A tecnologia blockchain a serviço da saúde

Dessa forma, um meio mais proativo de proteger os dados do paciente se faz cada vez mais urgente e é nesse momento que a imutabilidade e segurança da tecnologia blockchain aparece com grandes vantagens.

Com os dados armazenados na rede descentralizada de nós, é possível garantir a integridade dos registros. Um outro fator é controlar qual informação pode ser acessada, ou não, por determinado agente de saúde e seguradoras, por exemplo.

Além disso, o processamento quase instantâneo no livro-razão descentralizado significa que as companhias de seguro podem obter mais rapidamente as informações de que precisam – para liberar um tratamento, por exemplo – com a certeza adicional de que o registro é autêntico.

Estamos apenas engatinhando no que se refere aos benefícios que a tecnologia blockchain pode proporcionar para o setor médico. Mas já é possível chegar a concordância de que com melhor segurança os personagens envolvidos nessa engrenagem – tanto as organizações de assistência médica quanto os pacientes – podemos esperar mais eficiência, melhores preços e mais tranquilidade.

Fonte: The Block