Crypto Trading Bots Obtenha o máximo em trading de criptomoedas com a 3commas
Mercado

Venezuela apresentará sua criptomoeda Petro na Opep

Postado por em 9 de novembro de 2018 , marcado como , , , , ,

O ministro do petróleo da Venezuela, Manuel Quevedo, anunciou em um tweet que a Venezuela levará a criptomoeda Petro à Organização dos Países Exportadores de Petróleo, OPEP, em 2019.

(Foto: Pixabay)

Segundo a autoridade, que também é o responsável pela presidência da petrolífera estatal, PDVSA, a intenção é que o Petro seja conhecida “como a principal criptomoeda apoiada pelo Petróleo”.

“O Petro se tornará a moeda digital das transações de petróleo em todo o mundo; vamos apresentá-lo à OPEP. Esta é uma das medidas de internacionalização da moeda”, declarou ele.

Quevedo acredita que a nova medida, com planos de implementação para o primeiro semestre de 2019, ajudará a combater a crise financeira pela qual vive o país, além de “garantir” o seu crescimento e a prosperidade.

Dessa forma, as empresas interessadas nos produtos petrolíferos venezuelanos foram convidadas a aderir à plataforma nacional de criptomoedas do país.

De olho no mercado

O ministro teria supostamente convidado companhias aéreas e empresas de navegação a se registrarem para uma carteira digital que transacionará o Petro.

“O combustível para aviões e navios, nós iremos vendê-lo em Petros. Ela é a moeda da Venezuela”, disse Quevedo à agência chinesa de notícias, Xinhuanet.

A Venezuela iniciou a venda do Petro para a população local no dia 29 de outubro, por meio de um portal online oficial; ressaltando que os serviços governamentais, como emissão de passaportes, devem ser requeridos apenas com a moeda.

Alguns meses antes, o país havia atrelado a sua nova moeda nacional, o Soberano Bolívar, ao token estatal.

O Petro foi lançado para pré-venda, pela primeira vez, em fevereiro, mesmo com o congresso, atualmente controlado pela oposição, considerando a criptomoeda ilegal.

Fonte: CoinDesk

loading...