Mercado

Venezuela anuncia nova criptomoeda, o Petro Gold, um dia após o lançamento do Petro

Postado por em 23 de fevereiro de 2018 , marcado como , , , , , , ,

O líder venezuelano Nicolas Maduro anunciou recentemente que dentro de uma semana o país lançará uma nova criptomoeda, o Petro Gold. De acordo com o jornal local Telesur, a moeda virtual será amparada em metais preciosos. Notavelmente, o anuncio de Maduro foi feito no dia 21 de fevereiro, um dia após a Venezuela lançar a moeda Petro, respaldada em reservas de petróleo.

(Foto: Pixabay)

O Petro (PTR) foi anunciado em dezembro, como uma forma de o país se esquivar das sanções e lutar contra uma “guerra econômica” imposta pelos Estados Unidos. A pré-venda do Petro está em andamento e de acordo com Maduro, já foi arrecadado US$ 735 milhões.

Pouco depois do anuncio do Petro, os políticos de oposição da Venezuela criticaram a venda da criptomoeda como um instrumento “ilegal e inconstitucional” que irá hipotecar as reservas de petróleo do país.

Os EUA advertiram que os cidadãos que comprarem a criptomoeda poderia estar violando as sanções, enquanto que os investidores manifestaram preocupações a respeito da solvência e transparência da Venezuela.

No entanto, em um pronunciamento para a televisão, Maduro disse que o Petro Gold está a caminho. “Na próxima semana vou lançar o Petro Gold apoiado pelo ouro, que é ainda mais poderoso e fortalecerá o Petro”.

Não está claro se o líder venezuelano se refere as reservas de ouro do Banco Central ou as minas ainda não exploradas. Outros detalhes sobre a nova criptomoeda ainda não foram revelados.

Investimento envolto em dúvidas

De acordo com o Telesur, investidores do Brasil, Dinamarca, Honduras, Polônia, Noruega e Oriente Médio, expressaram interesse no Petro, seja aceitando como forma de pagamento ou investindo nele.

O lançamento do Petro foi, no mínimo, confuso. Já que alguns usuários reportaram dificuldades com o JavaScript ao tentar comprar a criptomoeda. Outros não puderam finalizar suas transações através da Exchange descentralizada EtherDelta. Além disso, não está claro qual blockchain o token está utilizando, pois diferentes documentos sugerem tanto o uso do NEM quanto do Ethereum.

Os investidores da criptomoeda estão tentando descobrir o que fazer da nova moeda, o Petro Gold. Para o Reuters, Sean Walsh, fundador da empresa de investimentos em criptomoedas Redwood City Ventures, revelou que é difícil chegar a uma conclusão sem maiores detalhes, mas acrescentou não estar interessado em tokens respaldados em ativos físicos.

“Ao invés de comprar um criptomoeda apoiada em ouro, eu simplesmente poderia comprar o ouro. O Ouro é uma coisa física que você quer manter em suas mãos, porque este é o ponto”.

A Venezuela está atualmente enfrentando um das mais profunda recessões já vistas. A população está sendo forçada a utilizar a criotomoeda como forma de sobrevivência, à medida que a moeda corrente do país perdeu seu valor.

Fonte: CCN