Geral

O namoro entre o Paypal e o Bitcoin vai longe?

Postado por em 23 de outubro de 2020 , marcado como , ,

O “namoro” entre o PayPal e o Bitcoin é tido, por alguns, como o mais responsável pela recente alta no preço da Criptomoedas. Porém, outros se questionam se o namoro vai muito longe.

Turner Wright, escrevendo ao Cointelegraph, revelou que

“Embora muitos na indústria tenham ficado satisfeitos com o aumento do Bitcoin para mais de US$ 13.200, após o anúncio de que o PayPal pretende integrar criptomoeda em sua rede, alguns não conseguem ver quaisquer benefícios além do movimento imediato do preço”.

Namoro entre PayPal e Bitcoin é comemorado e questionado

Se a recente alta do Bitcoin realmente pode ser atribuída ao anúncio do Paypal em abrir sua rede para a negociação do ativo, todos os entusiastas comemoram.

Porém, se esse namoro vai longe e na direção de uma adoção em massa saudável, é algo que pode ser mais debatido entre os bitcoiners.

Uma postagem no blog do Satoshi Labs diz que a iniciativa do PayPal para começar a vender Bitcoin (BTC) “provavelmente não é porque deseja estimular uma adoção saudável”.

Seus argumentos são semelhantes aos feitos por muitos detentores de criptomoedas contra o armazenamento de ativos digitais em exchanges, ou seja, “se não são suas chaves, não são suas moedas”.

Custódia de Bitcoin no Paypal repete problemas atuais com exchanges centralizadas

Importantes vozes no setor de criptomoedas são contra que as pessoas deixem seus ativos em exchanges, que estão sujeitas a hacks, bugs e problemas com corrupção, implicando em riscos de segurança.

Veja que mesmo exchanges de criptomoedas populares frequentemente fecham o mercado quando as negociações se tornaram muito voláteis.

Assim, os detentores das moedas às vezes não conseguem negociá-las para adquirir lucro ou evitar prejuízos em momentos decisivos.

Portanto, não deve ser a primeira opção das pessoas deixarem suas criptomoedas em plataformas centralizadas.

Isso vale tanto para as exchanges quanto agora também para o Paypal.

A adoção em massa virá como fruto desse namoro?

O movimento em direção à adoção em massa do Bitcoin e das criptomoedas tem progredido significativamente em 2020.

Instituições financeiras como a MicroStrategy comprando mais de US$ 415 milhões de BTC, e a Grayscale expandindo significativamente os ativos sob gestão em seus fundos de criptomoedas.

A decisão do PayPal de custodiar Bitcoin veio como um empurrão para o ativo digital romper a barreira de preço de US$ 13.000.

Isso ocorreu pela primeira vez desde junho de 2019, e as ações do PayPal subiram 5% como resultado dessa decisão.

Todavia, as dúvidas permanecem sobre até onde esse namoro entre o Bitcoin e o Paypal vai ser realmente benéfico co mercado.

Porventura, o Paypal vai realmente estimular seus clientes a comprarem Bitcoin, ou só tentará atrair adeptos à sua rede?

Dessa forma, resta ainda que se dê tempo ao tempo.

Só o tempo dirá se realmente esse movimento será afinal só uma estratégia de marketing, ou representa algo maior.

Seja como for, do lado mais otimista do espectro, o benefício ao Bitcoin é imediato e pode ser o estopim de uma nova Bull Run em direção às máximas históricas.

Para um guia sobre como comprar Bitcoin, clique aqui!