Geral

Instagram lançará mecanismo de suporte para o compartilhamento de NFTs na rede

Postado por em 9 de May de 2022 , marcado como

O mercado de criptoativos, como os NFTs, está rompendo a barreira dos jogos e, depois de chegar ao Twitter, agora há também um plano em ação por parte da Meta – antigo Facebook – para tornar possível a integração de NFTs no Instagram, sua plataforma mais utilizada atualmente.

De acordo com um anúncio feito pela CoinDesk, o Instagram passará a oferecer suporte para alguns tipos de NFTs, permitindo que seus usuários compartilhem sua coleção de criptoativos ou de arte também na plataforma.

Pelo menos por enquanto o Instagram só oferecerá suporte apenas para NFTs que foram mintados nas redes Ethereum, Solana, Polygon e Flow, mas já estuda oferecer o mesmo recurso para detentores de NFTs cunhados em outras blockchains, como forma de estabelecer um ambiente ainda mais diversos.

Ainda não se sabe, pelo menos por enquanto, se esse suporte será construído de maneira gradual pela plataforma ou se haverá suporte de uma vez só e para as quatro. Isso pode ser decisivo para o momento em que seus usuários passarão a utilizar esse recurso, vale dizer.

Por enquanto foi divulgado que a fase de lançamento será bastante restrita a um grupo seleto de usuários da rede social que estejam localizados apenas em território dos Estados Unidos. Quando tudo estiver funcionando da forma desejada e, sobretudo, planejada, a plataforma irá expandir sua base de usuários para todo o mundo – que já supera a marca de 1 bilhão, diga-se.

Saiba mais: Acardex inicia a pré-venda do token ACX para os primeiros compradores, à medida que a plataforma de apostas entra no Cardano!

Instagram utilizará carteiras para integrar os NFTs à plataforma e a MetaMask será, certamente, a mais popular entre elas

Atualmente, a MetaMask é a carteira mais popular entre os investidores em criptoativos, como os NFTs, sobretudo graças às suas múltiplas camadas de segurança. Assim, para que seja mais simples a integração dos NFTs com o Instagram, a Meta anunciou que oferecerá suporte a inúmeras carteiras, incluindo a MetaMask.

Uma vez que o usuário conecte ao Instagram uma das suas carteiras contendo seus NFTs, será possível comprovar a propriedade do criptoativo e, feito esse processo de comprovação, os usuários poderão adicionar seus ativos às suas fotos de perfis, bem como marcar, por meio de uma ferramenta específica, que ainda está em processo de desenvolvimento, o criador do NFT.

Ainda não temos detalhes muito mais específicos ou aprofundados sobre essa forma de integração e de utilização dos criptoativos na plataforma do Instagram, no entanto.

Até onde se sabe, o Instagram não pretenderá cobrar seus usuários por publicarem seus NFTs, como ocorrerá, pelo menos inicialmente, no Twitter. Dessa forma, o compartilhamento de NFTs não fará com que a rede social tenha qualquer aumento em relação às suas receitas – pelo menos por enquanto, vale dizer.

No entanto, bem se sabe que essa decisão em relação ao suporte de NFTs ocorrerá também de forma bastante gradual pelos usuários do Instagram, tal qual do Twitter, sobretudo porque há em cada uma das redes um processo cultural bastante específico e que se cria conforme as próprias tendências do mercado.

Assim, há bastante espaço para as negociações e procedimentos relacionados à implementação de mecanismos de suporte para essa nova forma de compartilhamento de informações. Veremos, ainda, quais serão os próximos passos que as plataformas darão a fim de tornar isso um movimento realmente aderente para os usuários e para a comunidade específica de cada plataforma.

Saiba mais: Crypto.com apresenta queda de 30% no valor do seu token e desiste de diminuir as recompensas para clientes do seu cartão de crédito

 

A integração dos NFTs com o Facebook poderá também ser esperada?

Tudo indica que os NFTs também passarão a fazer parte do Facebook, uma das redes sociais mais importantes de todos os tempos, que conta, atualmente, com mais de 2,9 bilhões de usuários ativos por todo o mundo – o que significa que mais de ¼ de toda a população da Terra tem uma conta ativa por lá.

No Facebook, no entanto, e com a sua experiência voltada para grupos de discussão, espera-se que será possível mintar NFTs e outros tipos de tokens, popularizando as experiências com blockchain.

Se isso realmente acontecer, também será possível colocar NFTs como fotos de perfil, bem como utilizá-los e compartilhá-los de diferentes formas em grupos.

Isso ainda esbarra, no entanto, em diferentes mecanismos de segurança que tornarão a divulgação de NFTs de forma tão massiva segura, evitando roubos de NFTs e invasões de contas de usuários.

 

Siga o Criptoeconomia nas redes sociais!