Geral

Correção no preço do Bitcoin à vista? Mercado Bitcoin entende que sim

Postado por em 5 de janeiro de 2021 , marcado como , ,

A correção do Bitcoin pode estar próxima depois de ter estado em forte alta desde abril de 2020, quando a moeda começou a se recuperar de uma queda expressiva por causa da crise causada pelo Covid-19.

Correção à vista?

O preço do Bitcoin pode sofrer uma grande correção no mercado nos próximos dias, pelo menos essa é a aposta de alguns.

A exchange Mercado Bitcoin, por exemplo, publica um relatório semanal sobre a criptomoeda, e aponta para uma possível ‘retração importante’.

Os representantes da exchanges apostam em algo como R$ 110 mil para o preço de uma unidade de Bitcoin.

Dessa forma, se esse cenário se concretizar, teremos uma forte correção dos níveis de preço atuais.

Perspectiva de correção até cerca de R$ 110 mil deve fazer novos investidores terem cautela

Em momentos de forte alta, como os que estamos vivendo no presente, muitas pessoas tendem a imaginar que a alta nunca terá fim.

Todavia, a correção do preço é fenômeno natural e faz parte do ciclo natural de um mercado baseado em oferta e demanda.

Assim, é importante que os novos investidores considerem a possibilidade de correção a fim de gerenciarem seu risco diante do momento no mercado.

Isso também não quer dizer que a correção é absolutamente previsível e ocorrerá na proporção proposta pelos analistas do Mercado Bitcoin. O mercado permanece imprevisível.

Porém, é natural esperar que em algum momento haverá algum nível de correção dos preços para baixo. Algo que os investidores mais experimentes estão aguardando para poder acumular mais bitcoins.

RSI e máxima histórica

No primeiro domingo de 2021 (3), o preço do Bitcoin renovou sua máxima histórica em dólares e reais, ao se aproximar de R$ 180 mil.

Porém, logo após quebrar o recorde de preço, a criptomoeda voltou a cair.

A análise do Mercado Bitcoins destacou que:

“Nova máxima histórica para o BTC/BRL foi marcada ontem (3) nos exatos R$ 180.000. Assim como no BTC/USD, também tivemos o rompimento do topo do canal este final de semana.”

Ao considerar o Índice de Força Relativa (RSI em sua sigla em inglês), a exchange brasileira sugere que a criptomoeda ainda pode apresentar algumas “realizações” durante a semana, mas em longo prazo o BTC tende a apresentar uma correção.

“Analisando isoladamente este indicador, pode até sugerir alguma realização parcial, mas o período semanal predomina o longo prazo e devemos apenas aumentar as posições durante a correção e não focar tanto nas realizações.”

Ou seja, a análise entende que o preço atual não é sustentável a longo prazo.

Para um guia sobre como comprar Bitcoin, clique aqui!