Geral

Bitcoin volta a estar acima dos US$ 40k

Postado por em 14 de junho de 2021 , marcado como , ,

O Bitcoin demonstrou força e volta a romper os US$ 40.000 nos mercados em dólar.

Nas exchanges brasileiras também voltou a superar o nível de R$ 200 mil pela primeira vez desde 28 de maio.

Bitcoin volta à tendência de alta? Ou ainda não?

Um possível motivo para a nova alta da criptomoeda é um velho conhecido do BTC e às vezes indigesto personagem: Elon Musk.

Depois de supostamente concorrer derrubar o preço do BTC em maio, Musk voltou ao Twitter para acenar para um eventual retorno de pagamentos em BTC na Tesla.

Assim, especula-se se, com isso, o Bitcoin volta à tendência de alta ou não.

Bitcoin volta a agradar Musk?

Um tweet do bilionário teria sido suficiente para sobrar novos ventos otimistas para o mercado.

Com isso, o preço volta a se elevar em uma taxa de mais de 1o% contra o dólar nas últimas 24 horas.

Portanto, será que isso indica que Elon Musk está namorando o Bitcoin novamente?

Não se sabe, seja como for, alguns comemoram a volta de uma tendência mais positiva ao preço após as últimas semanas de correção.

Brasileiros especulam sobre as cenas dos próximos capítulos

O movimento do Bitcoin fez com que muitos especialistas e influenciadores da esfera brasileira se posissionassem.

Alguns celebraram o retorno aos R$ 200 mil, mas ainda há preocupação sobre os motivos da alta.

Além disso, especula-se sobre os próximos níveis de resistência e como o Bitcoin vai se comportar daqui para frente.

O grupo do Mercado Bitcoin anotou dois níveis cruciais de resistência a partir de agora e um suporte importante:

Mas nem todos concordaram com ou aprovaram a suposta interferência de Elon Musk nos preços do Bitcoin em direção altista.

O economista Fernando Ulrich, da XP Investimentos, disse que “se for essa a razão” para o aumento de preços, o preço “merece cair novamente”:

O CEO da BitPreço, Ney Pimenta, também comentou a nova declaração de Musk de forma crítica:

“Parece que Elon Musk não cansa de brincar com o mercado de criptomoedas. mas a brincadeira já perdeu a graça, e já fez muita gente perder dinheiro. Acredito que o mercado, e especialmente os novos entrantes, já estão entendendo que não devem dar tanta importância pra ele. O impacto de sua declaração foi muito menor que das anteriores, dessa vez.”

Além disso, alguns analistas têm apontado uma meta de preços se o BTC confirmar a tendência de alta.

Depois de vencer a primeira resistência em R$ 210 mil, o BTC pode supostamente ter uma alta até os R$ 240.000 (US$ 47.000).

O entusiasta do BTC, Max Keiser, também entrou na onda das previsões.

Assim, Keiser chegou inclusive a questionar os seguidores no Twitter se o BTC bateria sua máxima histórica em US$ 64.000 nesse próximo movimento de alta.

Porém, para isso acontecer, a criptomoeda teria que mais que dobrar seu valor desde o suporte de US$ 31.000.

Portanto, todos os olhos estão sobre o Bitcoin nesse momento, enquanto as altcoins ainda não seguem o movimento de valorização.

Para aproveitar a alta, temos um guia sobre como comprar Bitcoin, clique no link e acesse!