Geral

Suposto ataque hacker sobre o google preocupa mercado de criptomoedas

Postado por em 14 de dezembro de 2020 , marcado como , ,

Nesta segunda-feira (14), o Google teria sofrido um forte ataque hacker. Esse tipo de ação preocupa comunidade de criptomoedas e faz soar alerta de segurança.

Durante cerca de uma hora, nesta segunda-feira, aplicativos da empresa norte-americana Google, incluindo o YouTube, o gmail, o GoogleDocs e até funcionalidades da Google Play, sofreram uma rara interrupção no serviço.

Assim, os usuários desses serviços foram incapazes de acessá-los por esse período de tempo.

A interrupção começou pouco antes das 9h da manhã no Brasil com os sites do Google retornando “erro de servidor” quando visitados.

O ataque afetou usuários de todo o mundo, que relataram problemas com os diversos serviços do Google, como Gmail, Google Drive, Android Play Store, Maps e muito mais.

Suposto ataque preocupa mercado cripto

O apagão inesperado nos serviços do gigante mundial da internet preocupa a indústria das criptomoedas, uma vez que muitos usuários e empresas de criptomoedas usam os serviços do Google em geral.

Diversos usuários relacionados ao mercado cripto relataram problema para fazer saques em exchanges, por exemplo.

O motivo, dentre outros, é que muitas empresas na área de criptoativos pedem confirmação para ações de saque via link enviado ao e-mail.

Dessa forma, se um usuário estivesse tentando fazer um saque e devesse confirmar a solicitação a partir de um e-mail do gmail, não conseguiria fazê-lo.

Outros problemas podem ocorrer a depender da relação das pessoas e empresas que usam criptomoedas com o Google em uma situação como essa.

Foi por volta das 9h40 no Brasil os serviços foram aparentemente restabelecidos mas com lentidão e oscilações em seus serviços.

O problema aparentemente foi bastante grave, e a comunidade especula que se tratada de um forte ataque hacker.

Até o momento, o Google não informou o que causou a interrupção em seus serviços.

Realmente tivemos um ataque Hacker no Google?

Embora representantes do Google não tenham se manifestado oficialmente sobre o ocorrido, especialistas em segurança indicam que as características do ocorrido indicam que a gigante de tecnologia sofreu um ataque hacker.

Alguns especialistas argumentaram que o alvo dos hackers teria sido diretamente a Alphabet (a empresa controladora de todos os serviços ligados ao Google).

Assim, o hackeamento teria sido, supostamente, coordenado a partir da Inglaterra.

O objetivo seria derrubar os servidores da empresa situados na Europa e impedir seu funcionamento normal a fim de roubar dados da empresa e dos seus clientes.

Fontes ligadas ao governo dos EUA indicam que talvez os autores sejam hackers russos.

Porém, esta não seria a primeira vez que o Google teria sofrido um ataque massivo e busca de derrubar seus serviços em todo o mundo.

Em 2017, hackers ligados ao Governo da China teriam sido responsáveis pelo maior ataque DDoS da história contra o Google.

A história, todavia, ainda não está totalmente esclarecida nesse caso.

O que fazer para se proteger?

Diante de ataques desse tipo, os usuários de criptomoedas precisam aprender a lidar com os riscos de manterem suas criptomoedas em exchanges.

Especialmente aqueles que pedem autenticação 2FA do google e ativação e permissão de saque por e-mail.

A ideia é manter a maior parte das suas próprias criptomoedas fora da internet ou em carteiras seguras que não sejam afetadas em casos como esse.

Para um guia sobre como comprar Bitcoin, clique aqui!