Geral

Vale (VALE3) lucra R$ 7,58 bilhões no 2T21, aumento de 7,6 vezes 

Postado por em 26 de September de 2021 , marcado como

A Vale (VALE3) reportou um lucro líquido de US$ 7,586 bilhões no segundo trimestre de 2021, o que reflete um aumento de 7,6 vezes em relação ao mesmo período de 2020.

Segundo a companhia, o resultado foi alavancado sobretudo pelo maior Ebitda proforma, bem como pelos maiores resultados financeiros.

Nos seis primeiros meses de 2021, a mineradora registrou um lucro líquido de US$ 13,132 bilhões. Isso corresponde a uma alta de 964% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

O resultado financeiro foi positivo em R$ 350 milhões no segundo trimestre de 2021. No mesmo período de 2020 o resultado foi de US$ 485 milhões.

Confira os principais destaques financeiros da Vale (VALE3) para o 2T21:

Balanço da Vale (VALE3)

Balanço da Vale (VALE3)

O Ebitda ajustado da Vale somou US$ 11,038 bilhões no segundo trimestre, crescimento de 227% sobre a base anual. Ao mesmo tempo, a margem Ebitda foi de 66%, crescimento de 21 pontos percentuais.

No acumulado do semestre, o Ebitda ajustado atingiu US$ 19,388 ante US$ 6,253 do mesmo trimestre do ano passado.

O Ebitda ajustado de metais básicos foi de US$ 866 milhões no 2T21, US$ 145 milhões menor do que no 1T21.

Já o Ebitda ajustado do carvão foi negativo em US$ 164 milhões, em linha com o resultado do 1T21.

Receita da Vale (VALE3) avança 121,8%

A receita líquida da mineradora atingiu US$ 16,675 bilhões no segundo trimestre, uma alta de 121,8% na comparação anual.

No semestre passado, a receita líquida somou US$ 29,320 bilhões ante US$ 14,487 bilhões do 2T20.

A receita líquida de finos de minério de ferro, excluindo pelotas e run of mine (ROM), aumentou para US$ 12,200 bilhões no 2T21 contra US$ 9,154 bilhões no 1T21. A Vale informou que o aumento se deu em função do resultado de 18% de aumento dos preços realizados (US$ 1,858 bilhão) e 13% de aumento do volume de vendas (US$ 1,188 bilhão)

As vendas de minério de manganês alcançaram 169 kt no 2T21, 34,5% inferior ao 1T21. Segundo a empresa o desempenho foi impactado pelo menor volume de estoque da Mina Azul.

Caixa e Dívida da Vale (VALE3)

No trimestre, a Vale gerou US$ 6,527 bilhões de fluxo de caixa livre das operações, US$ 680 milhões a mais do que no 1T21.

“A sólida geração de caixa operacional permitiu à Vale distribuir US$ 4,212 bilhões aos acionistas via dividendos e recompra de ações e pagar antecipadamente os US$ 2,517 bilhões do Project Finance do Corredor Logístico de Nacala”, destacou a companhia.

Balanço da Vale (VALE3)

Balanço da Vale (VALE3)

A dívida líquida ajustada da Vale (VALE3) encerrou o segundo trimestre em menos US$ 738 milhões. Um ano antes a dívida era de US$ 6,349 bilhões.

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida ajustada/Ebitda ajustado, ficou em 0,6 vez no final de junho de 2021. Um ano antes era de 1,2 vez.

Investimentos

A Vale investiu US$ 1,139 bilhão no segundo trimestre, sendo US$ 929 milhões na manutenção das operações e US$ 210 milhões na execução de projetos.

Os investimentos foram 12,8% maiores quando comparado ao 1T21. O aumento foi influenciado pela aceleração dos investimentos nos projetos de expansão da mina de Voisey’s Bay, da planta de energia solar do Sol do Cerrado e no Serra Sul 120Mtpa.

“Em junho, alcançamos a primeira produção de minério do depósito Reid Brook no projeto de Extensão da Mina Voisey’s Bay, a primeira das duas minas subterrâneas a serem desenvolvidas no projeto”, disse a mineradora.

Veja o balanço na íntegra no site da empresa.

Sobre a Vale

A Vale foi criada em 1942, na região de Itabira, estado de Minas Gerais, para executar a exploração das minas de ferro da região.

Com o passar dos anos ela se transformou em multinacional e uma das maiores operadoras de logística do país. É também uma das maiores empresas de mineração do mundo e a maior produtora de minério de ferro, de pelotas e de níquel.

A companhia produz ainda manganês, ferroliga, cobre, bauxita, potássio, caulim, alumina e alumínio.

A Companhia opera em 14 estados brasileiros e nos 5 continentes. Além disso, possui cerca de 2 mil quilômetros de malha ferroviária e nove terminais portuários próprios.

A mineradora é hoje uma empresa privada com ações negociadas na B3, no segmento do novo mercado, sob o código VALE3, atraindo o interesse de quem busca como comprar ações.

Em fevereiro de 2000, passou a fazer parte da Latibex, bolsa para negociação de valores latino-americanos, radicada em Madrid, Espanha. Em junho do mesmo ano foi listada na New York Stock Exchange (NYSE).

Composição acionária da Vale

A mineradora possui uma base de acionistas global e diversificada, de modo que em 31 de agosto de 2021 a distribuição era:

Balanço da Vale (VALE3)

Balanço da Vale (VALE3)

 

Siga o Criptoeconomia nas redes sociais!