Negócios

Petrolífera Shell recorre à tecnologia blockchain para modernizar negócios

Postado por em 13 de novembro de 2018 , marcado como , , , , , ,

Gigantes da indústria petrolífera, Shell e BP, são agora parte de um grupo de empresas que planeja lançar uma plataforma blockchain para automatizar os processos de pós-negociação no setor de energia, até o final desse ano.

(Foto: Pixabay)

A VAKT Global, consórcio que está construindo a plataforma, divulgou a notícia em uma cúpula de commodities digitais organizada pela S&P Global Platts, na segunda-feira.

O esforço pretende efetivamente ajudar as empresas de petróleo a substituir a documentação em papel por contratos inteligentes —uma medida que deve cortar custos, reduzir riscos de erros e tornar mais eficientes os processos de pós-negociações.

A plataforma incluirá “um sistema seguro baseado em blockchain em tempo real para gerenciar transações de energia física”, de acordo com o grupo.

“Esperamos entrar em operação no mercado de petróleo do mar do norte no final de novembro. Em 2019, veremos as barcaças ARA, os mercados aquáticos e os oleodutos dos EUA”, comentou Lyon Hardgrave, vice-presidente de desenvolvimento de produtos da VAKT Global.

A expectativa é que os primeiros licenciados estejam a bordo até janeiro, acrescentou Hardgrave.

Economia de 40%

A VAKT Global revelou, no início dessa semana, que a plataforma blockchain seria administrada como um novo empreendimento designado pelos membros do consórcio, para que, assim, possa ser operada e gerenciada como uma entidade independente.

No entanto, aprovações regulatórias para o empreendimento estão pendentes, acrescentou a assessoria de imprensa.

Fora as gigantes Shell e BP, outras membros do grupo incluem a empresa de energia da Noruega, Statoil, e bancos como ABN Amro, ING e Societe Generale.

Os licenciados que se juntaram à plataforma blockchain com base nas taxas de transação podem esperar uma economia de, aproximadamente, 40% nas pós-negociações. Hardgrave acrescentou:

“Isso não é uma plataforma de negociação nem uma plataforma de liquidação — não há criptomoedas envolvidas. Mas abrange todas essas coisas: confirmação, contratos, logística (o elemento realmente importante) e faturamento”.

Fonte: CoinDesk

loading...