Trading de criptomoedas Sinais de trading para criptomoedas com a plataforma Tradee. Teste Grátis!
Mercado Regulamentação

Para evitar as sanções dos EUA, Irã considera adotar o uso de criptomoedas

Postado por em 18 de julho de 2018 , marcado como , , , , , ,

A complicada situação econômica do Irã esta conduzindo o país à possibilidade de adotar as criptomoedas, como um meio de contornar as sanções dos EUA. Segundo o parlamentar iraniano Mohammad Reza Pour-Ebrahimi, o dinheiro digital seria o único meio capaz de superar a hegemonia do dólar americano.

Para evitar as sanções dos EUA, Irã considera adotar o uso de criptomoedas

(Foto: Pixabay)

Pour-Ebrahimi observou ainda que uma das prioridades do legislativo, no atual cenário de volatilidade econômica, seria a exploração de acordos monetário como uma solução para evitar os bloqueios.

“Muitos países como a Rússia, China e o Brasil já se voltaram para tratados monetários mútuos ou multinacionais que facilitam as transações comerciais”, explicou ele.

O contexto econômico no qual o Irã está inserido é delicado. Desde que Whashigton abandonou o acordo nucelar em maio e ameaçou Teerã com medidas mais duras, a moeda fiduciária do país perdeu metade do seu valor.

Acredita-se que as novas sanções entrem em vigor a partir de novembro desse ano e, por isso, as autoridades do país estão buscando novas maneiras de contorná-las.

Irã X Bitcoin

Até o momento, a República Islâmica mantem uma atitude ambígua em relação as criptomoedas.

Se por um lado os problemas econômicos do país levaram os iranianos a se voltarem para os ativos digitais, como o Bitcoin – a fim de proteger o próprio dinheiro da alta inflação – por outro há um conflito de interesse com os reguladores locais.

Em abril, o Banco Central do Irã (CBI), emitiu um comunicado proibindo ostensivamente que os bancos nacionais e outras instituições financeiras transacionassem com criptomoedas. Os motivos citados foram os riscos de lavagem de dinheiro, financiamento do terrorismo e atividades criminosas.

No início de 2018, porém, quando o país foi abalado por protestos populares sobre a situação socioeconômica, o Irã registrou um aumento recorde no comércio peer-to-peer entre a moeda oficial, o Rial (IRR) e o Bitcoin (BTC).

Durante esse período, foram feitas chamadas para uma maior aceitação das criptomoedas. Mais tarde, surgiram relatos de que o país estava considerando emitir sua própria moeda digital descentralizada.

Fonte: News.Bitcoin

loading...