Mercado

Nicolas Maduro deseja que os membros da OPEP adotem uma criptomoeda em comum

Postado por em 7 de fevereiro de 2018 , marcado como , , , , , ,

O presidente venezuelano, Nicolas Maduro, irá propor que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), da qual a Venezuela é membro, adote uma criptomoeda em comum, segundo noticiado pela Al Jazeera.

(Fonte: Pixabay)

Criptomoeda amparada em commodities

“Vou propor oficialmente a todos os países produtores de petróleo, integrantes da OPEP ou não, que adotemos um mecanismo comum de criptomoeda baseado no petróleo”. Maduro teria feito observações durante uma reunião com o Secretário-Geral da OPEP, Mohammad Sanusi Barkindo, na terça-feira.

No final do ano passado, o presidente da Venezuela anunciou a ideia de uma criptomoeda que seria amparada por reservas de commodities incluindo o petróleo e pedras preciosas.

O conceito foi criticado tanto no País caribenho como no exterior, incluindo o senador dos Estados Unidos Bob Menendez, que levantou preocupações de que a Venezuela usará a moeda digital para evitar sanções financeira.

Os políticos de oposição ao governo Maduro se mostraram chocados com a proposta e alguns a consideraram ‘ilegal’. “Esta não é uma criptomoeda, esta é uma venda à frente do petróleo venezuelano”, ressaltou o deputado Jorge Millan ao Reuters.

Nicolas Maduro anunciou em janeiro que o lançamento da criptomoeda seria precedido por uma venda de token.

Fonte: Coindesk