Mercado

Nasdaq revela desejo de lançar contratos futuros de Bitcoin totalmente diferenciados

Postado por em 25 de janeiro de 2018 , marcado como , , , ,

A diretora executiva da Nasdaq, Adena Friedman, discutiu a posição da empresa em relação aos potenciais contratos de futuros de Bitcoin que, anteriormente, demostrou interesse em oferecer.

(Foto: Shutterstock)

Embora Friedman tenha sido incapaz de afirmar se a empresa está, definitivamente, planejando o lançamento de contratos futuros de Bitcoin, a CEO enfatizou que é um desejo da Nasdaq ofertar um produto diferente dos já propostos pela CBOE e CME – caso a corretora realmente se engaje.

Friedman disse a mídia que “continuamos a investigar a ideia de um futuro de criptomoeda (contrato) com um parceiro, e nós também estamos olhando para o gerenciamento de riscos em volta disso; nos certificando de que estamos aplicando os protocolos corretos e que existem demandas adequadas e diferentes das que já existem”.

Nasdaq pretende desenvolver contratos de futuros de Bitcoin exclusivos

Na entrevista, Adena Friedman também expressou o desejo da Nasdaq de desenvolver produtos com diferenças significativas dos contratos de futuros rivais, como o CBOE e o CME. “O que podemos considerar é um retorno total dos futuros, então a construção deve ser um pouco diferente”, descrevendo como provavelmente composto “mais um investimento que um estoque de rastreamento”.

Friedman ainda adicionou que “teremos que ver se isso faz sentido no final do dia, adequando as demandas do cliente e, a respeito do gerenciamento de risco, ‘nos sentimos confiantes’? Caso em que procuraremos o CFTC (Comissão de Commodity de Negociação de Futuro)”, ponderou.

Apesar do hype em torno do lançamento de contratos futuros de Bitcoin emitidos por instituições financeiras tradicionais, o evento agora parece ter sinalizado que a dramática corrida de crescimento (bull-run) está chegando ao fim.

Após as negociações iniciais ao valor de US$ 20,650, em dezembro de 2017, os contratos de janeiro da CME recentemente alcançaram a margem de US$ 10,900 – compreendendo perda de mais de 47% do preço de abertura; apresentando excelentes retornos para aqueles que optaram por reduzir os contratos próximos do lançamento.

Fonte: News.bitcoin