Tecnologia

Monero e Litecoin terão suporte a Atomic Swaps

Postado por em 2 de outubro de 2017 , marcado como , , , , ,

Um dos criadores da criptomoeda Monero, Riccardo Spagni, anunciou recentemente que está trabalhando em parceria com o Litecoin para habilitar um metódo de trocas direta entre as moedas, conhecidas como Atomic Swaps.

A declaração foi via Twitter respondendo a dúvida de um usuário sobre essa possibilidade. Riccardo, conhecido por FluffyPony, disse que ambos estão trabalhando com Lightning Network para tornar isso possível.

Lightning Network é uma tecnologia que resolve parte do problema de escalabilidade das moedas baseadas em Blockchain. É uma rede descentralizada que, entre outras coisas, permite confirmações instantâneas, micropagamentos e a interoperabilidade de criptomoedas.

O que são Atomic Swaps?

É um método idealizado por Tier Nolan em 2013 para permitir a interoperabilidade entre criptomoedas. Com ele, é possível fazer trocas diretas entre as moedas sem a necessidade de um terceira parte – como uma casa de câmbio.

O método usa o artifício dos contratos de hash time-locked, onde se estabelece um limite de tempo e, se alguma das partes não transferir os fundos enquanto ele é válido, a parte que enviou recebe a importância de volta.

De uma forma resumida, funciona assim: João tem 1 Bitcoin, mas prefere 200 Litecoin; Maria tem 200 Litecoin, mas prefere 1 Bitcoin. João e Maria então decidem trocar suas moedas. O problema é que João não conhece a Maria e vice-versa, então nenhum dos dois quer mandar as moedas primeiro.

Por isso, então, os dois resolvem fazer um atomic swap. Cada um deles faz a transação na sua respectiva rede: João envia 1 Bitcoin para o endereço de Maria e Maria envia 200 Litecoin para ele. Porém, para Maria ter acesso ao seu bitcoin, precisa revelar um código secreto que só ela sabe. Da mesma forma, para pegar os Litecoin, João precisa desse mesmo código.

Assim que a Maria revela seu código secreto para pegar seu bitcoin, João tem acesso ao código para pegar seus Litecoin.

Litecoin e Monero

Ambas as criptomoedas tem estado em evidência recentemente.

O Monero permite que transações verdadeiramente anônimas aconteçam. Muitos usuários tem usado para financiar trabalhos criativos. Há pouco tempo, uma conhecida cineasta colombiana anunciou que terá seu filme inteiramente financiado através dessa criptomoeda.

Por outro lado, o Litecoin, o irmão mais novo do Bitcoin, segue estável com o valor de mercado de R$ 9 milhões.