Tecnologia

México utiliza blockchain contra a corrupção em licitações públicas

Postado por em 5 de abril de 2018 , marcado como , , , , , , ,

O governo do México está silenciosamente trabalhando em um projeto para rastrear licitações de contratos públicos usando a tecnologia blockchain, revelou uma autoridade do governo.

blockchain contra corrupção no México

(Foto: Pixabay)

Em uma conferência de tecnologia no estado de Jalisco, a coordenadora nacional de estratégia digital do México, Yolanda Martinez, abordou em detalhes o programa Blockchain HACKMX, um projeto que, segundo ela, está em produção desde setembro do ano passado.

O sistema foi inicialmente desenvolvido por uma equipe de universitários, selecionados por um concurso, cujo cujo objetivo era melhorar os serviços públicos através de soluções com blockchain.

“Com o blockchain aplicado aos contratos públicos, poderemos saber se uma empresa que presta serviço ao governo é confiável”, escreveu Martinez no Twitter.

De acordo com a agência de notícias mexicana Debate, Martinez disse aos participantes que a tecnologia pretende eliminar o elemento humano “facilmente corruptível” e introduzirá transparência ao processo público.

A coordenadora ainda pontuou que o blockchain armazenará registros de processos de licitação, permitindo auditorias após o ato.

Blockchain a serviço da transparência do setor público

Detalhes técnicos sobre o projeto não estão disponíveis, mas a análise da Debate sugere que os detalhes serão divulgados ao público. Com o auxílio da tecnologia, o governo focará em soluções no âmbito estadual, em particular.

Uma apresentação intitulada Blockchain HACKMX, disponível no site da ONU, compara os benefícios de várias plataformas que poderiam hospedar a rede: Hyperledger Fabric, Bitcoin, Ethereum e NEM.

A apresentação sugere que os computadores participantes da rede seriam administrados por uma mistura de escritórios governamentais, universidades, sociedade civil e companhias privadas.

A questão da corrupção nos contratos públicos é sensível ao México, dado um recente escândalo que envolveu uma grande empreiteira sul americana e as alegações de subornos canalizados para a campanha política do presidente Erique Peña Nieto.

A Transparência Internacional, uma organização não governamental anticorrupção, classifica o país como o 135º, dentre os 185, em seu índice de Percepção de Corrupção.

Fonte: Coindesk

loading...