Análise Gráfica Geral Mercado

Magazine Luiza reverte prejuízo em lucro de R$ 95,5 mi no 2T21

Postado por em 2 de September de 2021 , marcado como

O Magazine Luiza (MGLU3) reportou um lucro líquido de R$ 95,5 milhões no balanço do segundo trimestre. Um ano antes a companhia havia registrado um prejuízo de R$ 64,5 milhões.

No acumulado do semestre, o lucro líquido da varejista alcançou R$ 354,2 milhões contra  um prejuízo de R$ 33,7 milhões no mesmo período de 2020.

Já o lucro líquido ajustado atingiu R$ 89,1 milhões no segundo trimestre, revertendo o resultado negativo de R$ 62,2 milhões no 2T20.

Magazine Luiza (MGLU3): Confira os principais destaques do balanço do 2TRI21

O Ebitda do Magazine Luiza acumulou R$ 455,4 milhões no balanço do segundo trimestre, o que representa uma alta de 209% na comparação ano a ano.

“O elevado crescimento das vendas totais, incluindo as lojas físicas, o e-commerce com estoque próprio e o marketplace, contribuíram para a evolução do Ebitda”, destacou o Magazine Luiza.

Ao mesmo tempo, a margem Ebitda foi de 5,1%, alta de 2,5 pontos percentuais.

No acumulado semestral o Ebitda bateu em R$ 1,16 bilhão, alta de 143,7% na base anual.

 

Receitas do Magalu avançam forte no trimestre 

A receita bruta total cresceu 60,1% para R$ 10,9 bilhões.

“O acelerado crescimento do e-commerce e a excelente performance das lojas físicas abertas contribuíram para a evolução da receita bruta no trimestre”, destacou o Magalu.

Ao mesmo tempo, a receita de serviços aumentou 67,6%, sobretudo em função do crescimento do Marketplace e do Magalu Pagamentos.

A receita líquida total do Magazine Luiza avançou 61,9% e atingiu R$ 9 bilhões no segundo trimestre de 2021.

Já a receita para o acumulado semestral cresceu 59,8%, para R$17,3 bilhões.

O lucro bruto reportado para o trimestre foi de R$ 2,3 bilhões, aumento de 60,8% e equivalente a uma margem bruta de 25,6%.

No semestre, o lucro bruto cresceu 53,3% para R$ 4,4 bilhões, equivalente a uma margem bruta de 25,4%.

Vendas registraram acréscimo de 60,5%

As vendas totais do Magalu aumentaram 60,5% no segundo trimestre.

Segundo a companhia, esse resultado é reflexo do crescimento de 46,4% no e-commerce total (sobre um crescimento de 181,9% no 2T20) e de 111,6% das lojas físicas, que ficaram fechadas por um período mais longo no 2T20 em função da covid-19.

A participação do Cartão Magalu, Cartão Luiza, MagaluPay e CDC aumentou de 15% para 20% no 2T21 comparado ao mesmo período de 2020 em função do crescimento de vendas das lojas físicas e do sucesso no lançamento do Cartão Magalu.

Resultado Financeiro piora

No segundo trimestre, as despesas financeiras líquidas totalizaram R$229,7 milhões, alta de 142,9% sobre a base anual e equivalentes a 2,5% da receita líquida.

No acumulado do semestre, a despesa financeira líquida foi de R$ 400 milhões, equivalente a 2,3% da receita líquida.

Endividamento

Em 30 de junho de 2021 a companhia apresentou a posição de caixa líquido ajustado de R$ 3,8 bilhões, R$ 2 bilhões menor que em jun/20 em função dos investimentos e aquisições realizadas no período, além do pagamento de dividendos e recompra de ações.

Já a posição total de caixa ao final do segundo trimestre foi de R$ 6,1 bilhões, considerando caixa e aplicações financeiras de R$ 1,8 bilhão e recebíveis de cartão de crédito disponíveis de R$ 4,3 bilhões.

A relação Caixa Líquido Ajustado/Ebitda Ajustado ao final de junho de 2021 era de 1,9x ante 4,4x no 2TRI20.

  • Confira o balanço do Magazine Luiza na íntegra

Sobre o Magazine Luiza

O Magazine Luiza é uma sociedade anônima de capital aberto listada no segmento especial do Novo Mercado da B3 sob o código “MGLU3”.

A rede atua, preponderantemente, no comércio varejista, por meio de lojas físicas, e-commerce e seu SuperApp, que é um aplicativo que oferece produtos e serviços do Magazine Luiza, de suas controladas e, através da plataforma de marketplace, de parceiros comerciais.

Suas controladas em conjunto oferecem serviços de operações de empréstimos, financiamentos e seguros aos seus clientes.

Sua sede social está localizada na cidade de Franca, Estado de São Paulo, Brasil.

A varejista encerrou o segundo trimestre de 2021 com 1.339 lojas, sendo 959 convencionais, 209 virtuais e 171 quiosques (parceria com as LojasMarisa). Ainda no  segundo trimestre, a companhia inaugurou 29 novas unidades.

Nos últimos 12 meses, a rede abriu 184 novas lojas (38 na Região Sul, 66 no Sudeste, 29 no Centro Oeste, 44 no Nordeste e 7 no Norte).

Em 30 de junho de 2021 o Magazine Luiza possuia 25 centros de distribuição localizados em todas as regiões do País.

Siga o Criptoeconomia nas redes sociais!