Investimentos Mercado

Assuntos que irão movimentar os mercados na semana de 16 a 20/08

Postado por em 16 de August de 2021 , marcado como

Sem indicadores relevantes na semana, investidores acompanham o início de uma votação que pode mexer com o mercado. Essa votação é referente a reforma do Imposto de Renda, que deve ser votado na Câmara dos Deputados na terça, 17. No exterior, o principal evento previsto na agenda econômica é a divulgação da ata da última reunião de política monetária do Federal Reserve (FED).

Segunda-Feira: Produção Chinesa

Os investidores iniciam a semana com a repercussão do PIB do Japão no 2º trimestre e da produção Industrial da China em julho. A segunda maior economia do mundo também irá revelar o desempenho do varejo no período.

No Brasil será conhecido as expectativas do mercado através do Boletim Focus (Relatório Semanal do Banco Central). A mediana para o IPCA vem subindo e, na última divulgação, estava em 6,88% para 2021 e 3,84% em 2022. A Selic projetada também foi elevada para 7,25% para os próximos 2 anos.

Terça-Feira: reforma do Imposto de Renda

No Brasil, deve começar a votação da reforma do Imposto de Renda na Câmara dos Deputados. É o evento da semana que pelo teor polêmico, promete mexer com o humor do mercado, dado seu poder de interferência na questão fiscal do país.

No cenário externo, haverá a divulgação de dados de julho sobre o emprego no Reino Unido e sobre as vendas do varejo e a produção industrial nos EUA. Além disso, destaque para o PIB da Zona do Euro observado no 2º trimestre.

Quarta-Feira: Ata do Fomc

Serão conhecidos os dados finais de inflação em julho na Zona do Euro (onde a prévia ficou em 2,2% acima da meta do Banco Central Europeu) e no Reino Unido. Ainda estão previstos relatórios financeiros no setor da tecnologia. Pela manhã, a gigante chinesa Tencent abrirá seus números.

Quinta-Feira: juros na China

Nos EUA, atenção para os dados semanais de seguro-desemprego. E no fim do dia, a China decidirá sobre a taxa de juris referência no país.

Sexta-Feira: Receita Federal

O Reino Unido informará o resultado do varejo no mês de julho. Canadá e México irão liberar os números do setor, mas referente ao mês de junho.
No Brasil, está previsto o anúncio da arrecadação federal verificada no mês de julho. O consenso de mercado prevê uma receita de cerca de R$ 150 bilhões.

Siga o Criptoeconomia nas redes sociais!