Casos de uso Mercado

Famosos cursos de MBA criam turmas voltadas para Bitcoin e Blockchain

Postado por em 9 de abril de 2018 , marcado como , , , , , , , , , , , ,

Escolas de negócio de alto nível entraram no movimento do Bitcoin ao expandir suas ofertas de cursos para criptomoedas e blockchain.

Universidades de prestígio oferecem MBA em Bitcoin e blockchain

(Foto: Pixabay)

A oferta de classes de MBA relacionadas à tecnologia foi impulsionada pela crescente demanda dos estudantes, bem como de recrutadores de empresas – especialmente aqueles de capital de risco.

O professor da Universidade da Pensilvânia, Kevin Werbach, por exemplo, ministrará uma classe a partir desse ano, chamada “Blockchain, Criptomoedas e Livro-Razão Distribuído”.

“Estamos em um momento em que há uma massa crítica para ensinar essa conhecimento”, revelou Werbach ao CNBC. “Haverá um fenômeno real nos negócios em um futuro próximo. E daqui a cinco anos, não haverá muitas escolas de negócios que não ofereçam turmas semelhantes”.

A Escola de Negócios de Stanford está oferecendo uma classe semelhante chamada “Criptomoedas”, a partir de maio de 2018. Itamar Orr, estudante do segundo ano de MBA aplaudiu as novas ofertas do curso, ponderando que ajudará os alunos quando eles entrarem no mercado de trabalho.

“Muitos de nós terão que discutir blockchain em nossos trabalhos. Faz muito sentido ensinar sobre a tecnologia”, comentou Orr. “Isso te dá uma vantagem; é um martelo extra na sua caixa de ferramentas”, acrescentou.

Os investimentos de capital de risco em startups de blockchain inflou para US$911 milhões em 2017, um aumento de 88% se comparado com 2016, de acordo com o Pitchbook.

Muitos recrutadores de empresas de capital de risco estão procurando ativamente candidatos que tenham conhecimento sobre a tecnologia e tendências de criptomoedas.

Elevação dos preços do Bitcoin aumentou o interesse dos alunos

Susan Athey, professora da escola de negócio de Stanford, e conselheira do Ripple, comentou que o interesse vertiginoso nas aulas de criptomoedas foi alimentado, em grande parte, pelos altos preços do Bitcoin em 2017.

“A flutuação nos preços deixou todo mundo hipnotizado e se perguntando ‘como isso aconteceu?’ Muitas pessoas passaram por altos e baixos e isso é muito empolgante, atrai muito interesse e motiva as pessoas a entender o que está acontecendo”.

John Jacobs, um ex-executivo da Nasdaq e agora diretor da Escola de Negócios de Georgetown, disse que os recrutadores de Wall Street querem candidatos que sejam bem versados em criptomoedas.

Segundo ele, é comum receber ligações de recrutamento solicitando “que as pessoas entendam como aplicar a tecnologia blockchain”.

Jacobs ainda ponderou que os melhores programas de MBA devem preparar os estudantes para a crescente demanda do mercado.

“Qualquer programa de envergadura mundial terá que equipar os estudantes para competir nesse campo”, finalizou Jacobs.

Fonte: CCN