Geral

Empregos na área das criptomoedas aumentam

Postado por em 28 de July de 2021 , marcado como ,

Empregos na área cripto seguem a tendência de valorização e crescimento desse mercado no Brasil e no mundo.

Cripto empregos aumentam no Brasil e no mundo

O forte crescimento do mercado global de criptomoedas no último ano também teve resultados no Brasil.

Empregos nessa área tem aumentado significativamente, estimativa é de crescimento de 144%.

Assim, mesmo diante da grave crise econômica atual, da inflação e do derretimento da moeda, as empresas de criptomoedas aumentaram seus postos de trabalho no país.

A procura por empregos neste setor também tem crescido expressivamente.

Startups lideram oferta de empregos no mundo cripto

O Brasil é o país da América Latina com maior volume negociado em criptomoedas.

Além disso, o país já ocupa o décimo terceiro lugar em adoção global.

O diretor da área de e Startups e Inovação da AB&DF Advocacia, Saulo Michiles, escreveu um artigo para o portal do jornal O Estado de S. Paulo dizendo que os especialistas do mercado esperam que as startups brasileiras tenham grande crescimento em 2020.

Várias dessas startups atual no mercado cripto e são responsáveis pela maior demanda de empregos na área.

Michiles escreve em seu artigo que:

“Se vimos tudo isso em um ano que foi marcado ainda por fortes instabilidades políticas e a discreta retomada do crescimento econômico, temos tudo para acreditar que 2020 será o ano dos unicórnios e de todo o ecossistema de startups! Não só porque a provável retomada econômica certamente ajudará, ou porque a baixa na taxa básica de juros da economia direciona o capital para investimentos mais arriscados, mas, também, porque o Governo Federal e alguns governos locais já enxergaram que as startups podem ser grandes geradoras de inovação, empregos, renda e tributos.”

O articulista ainda cita outros fatores que podem estimular o setor de startups, como estímulo fiscal e estímulo ao setor fintech através do Banco Central.

Além disso, sandboxes prometidas pelo Susep e pela CVM podem também contribuir para o crescimento do setor.

Empresas estrangeiras criam vagas no Brasil

No último ano, além do fortalecimento das empresas brasileiras, o país também recebeu empresas globais relevantes como a Binance e a Bitso.

Essas e outras empresas estrangeiras abriram escritórios no país criando novas vagas.

Além disso, há uma atual expansão de fintechs e bancos digitais que passaram a trabalhar com criptomoedas e contrataram mais pessoas.

Na esteira do desenvolvimento, no fim de 2019 o Governo Federal enviou ao Congresso o Marco Legal das Startups, que promete desburocratizar o setor.

Há, porém, ainda, muita insegurança jurídica e a necessidade de adequar a legislação trabalhista aos serviços de inovação nos quais essas empresas atuam.

Nosso país tem por característica a ineficiência e o atraso em questões tecnológicas e forte burocracia.

Assim, é imperativo que entraves desnecessários sejam retirados do caminho para que os números sejam ainda melhores.

Em um momento de forte crise, a criação de empregos alivia o problema econômico do país.

Além disso, as famílias dos empregados desse setor contam com ele como sua principal ou única fonte de renda.

Para um guia sobre como comprar Bitcoin, clique no link!

Siga o Criptoeconomia nas redes sociais!