Tecnologia

Dados da blockchain Ethereum agora pode ser visualizados na plataforma de big data do Google

Postado por em 3 de setembro de 2018 , marcado como , , , ,

O gigante de buscas na internet, o Google, adicionou a blockchain do Ethereum à sua plataforma de big data, BigQuery. O objetivo é analisar o status das transações e fornecer dados para tomada de decisões estratégicas.

(Foto: Pixabay)

“Uma visualização como essa é útil para tomar decisões de negócios, como priorizar melhorias na própria arquitetura Ethereum  (o sistema está rodando próximo à capacidade e precisa de um upgrade?) até ajustes de balanço (quão rapidamente uma carteira pode ser reequilibrada?)”, comentou o Google em um post no sábado.

O sistema de software que o Google construiu em sua plataforma de nuvem faz várias coisas, dentre elas:

  1. Sincroniza a blockchain Ethereum com computadores que rodam Parity;
  2. Extrai dados do livro-razão do Ethereum diariamente, incluindo os resultados de transações dos contratos inteligentes;
  3. Desnormaliza e armazena os dados particionados por data no BigQuery, para uma exploração fácil e econômica”.

Gatinhos populares na rede

Justificando a utilidade do serviço, o Google apresentou vários exemplos mostrando que, para cada um deles, as transações inteligentes de contratos CryptoKitties (jogos de coleção criptografada) são, de longe, as mais numerosas na rede Ethereum.

A empresa acrescenta ainda uma visualização de contas que possuem mais de 10 CryptoKitties, conforme pode ser visto no gráfico abaixo.

(Foto: Coindesk)

Os dados da rede Bitcoin foram adicionados ao BigQuery no inicio deste ano, segundo a postagem.

Qualquer pessoa interessada nesse novo serviço do Google já pode consultar os dados do Ethereum no Kaggle– maior comunidade mundial de cientistas de dados e aprendizes de máquinas.

Fonte: Coindesk