Geral

Criptomoedas são declaradas ilegais na China

Postado por em 24 de September de 2021 , marcado como ,

Criptomoedas são declaradas ilegais na China. A China acaba de considerar ilegais as operações de criptomoedas no país.

O Banco Popular da China (PBoC) anunciou oficialmente na sexta-feira um conjunto de novas medidas para lutar contra a adoção de criptomoedas.

Bitcoin e Criptomoedas são declaradas ilegais na China

O governo chinês estabeleceu um “mecanismo de coordenação” para evitar que agentes financeiros participem de qualquer transação com criptomoedas.

Assim, de acordo com o anúncio oficial, as autoridades e instituições envolvidas desenvolveram melhorias significativas para identificar transações ilegais de criptomoedas de forma eficiente.

Com isso, o mercado de criptomoedas desabou nesta sexta-feira (24).

O Bitcoin (BTC) que abriu a sexta-feira atingindo a melhor cotação da semana de US$ 45 mil, logo reverteu o movimento de alta e desabou para US$ 42.700 no curto intervalo de uma hora, uma perda de 5%.

Repressão às criptomoedas é oficial

O PBoC enfatizou que um grande número de agências governamentais irá reprimir as criptomoedas em conformidade com as leis chinesas:

“Os Departamentos de gestão financeira, departamentos de cibersegurança e informações, departamentos de telecomunicações, departamentos de segurança pública e departamentos de supervisão de mercado trabalharão juntos para cortar canais de pagamento, desativar sites relevantes e aplicativos móveis de acordo com a lei”, diz o comunicado oficial.

Wen Xinxiang, diretor do departamento de pagamento e liquidação do Banco Popular da China, expressou preocupação com a popularidade crescente de criptomoedas e stablecoins.

Com isso, o governo indicou mais medidas para competir com a indústria cripto e acabar com ela.

As últimas medidas do governo chinês reafirmam ainda mais a postura anti-criptomoeda da China.

China contra o Bitcoin

Os preços do Bitcoin e das demais criptomoedas podem estar reagindo a uma nova tensão.

Muitos investidores não sabem o que pensar frente a essa nova investida da China contra a indústria de criptomoedas.

Segundo Colin Wu, um jornalista chinês, o governo publicou dois relatórios que explicitam planos de combate às criptomoedas

O Banco Central dom país, por exemplo, também disse que as pessoas físicas que perderem dinheiro em investimento em criptomoedas não serão protegidas pela lei.

Decisões foram publicadas em dois documentos separados produzidos pelo governo chinês.

“Os dois documentos emitidos pelo governo chinês provocaram uma queda no mercado de criptomoedas. As liquidações ficaram perto de US$ 100 milhões em uma hora”, descreveu Colin Wu.

Os resultados da decisão derrubaram os mercados, mas não em proporção alarmante.

Efeitos nas criptomoedas

A queda do BTC nas últimas 24 horas chega a 2,8% e agora a moeda é negociada a US$ 42.500, segundo o CoinMarketCap.

Uma queda repentina também foi vista em outras criptomoedas do mercado, como o Ethereum (ETH) que caiu 7,7% em uma hora, indo de US$ 3.110 para uma mínima no dia de US$ 2.870.

O prejuízo de 6,2% que o ether registra nas últimas 24 horas, empurra a cotação da moeda abaixo do seu importante suporte de US$ 3 mil, sendo negociada no momento da publicação a US$ 2,890.

Outras criptomoedas importantes também estão em queda nesta manhã, como a Cardano (-3%), Solana  (-7,2%) Binance Coin (-6%), XRP (-7%), e Dogecoin (-7%).

Para um guia sobre como comprar Bitcoin, clique no link!

Siga o Criptoeconomia nas redes sociais!