Trading fácil de criptomoedas Conheça o Tradee, a ferramenta com sinais de trading lucrativos em diversas exchanges. Analistas profissionais ao seu trabalho.
Regulamentação

Coreia do Sul recua em relação a proibição de criptomoedas no país

Postado por em 14 de fevereiro de 2018 , marcado como , , ,

Aparentemente você pode lutar contra a câmara municipal. O governo sul coreano, em resposta a uma petição assinada por milhares de habitantes locais parece estar cedendo em relação as politicas das criptomoedas e as perspectivas são melhores que o esperado. Enquanto os negociantes se preparavam para um banimento total do mercado de moedas virtuais no país, a impressão agora é que não precisa mais temer; já que a Coreia do Sul inclina-se para as criptomoedas com um sinal verde.

(Foto: Pixabay)

Ao invés de seguir a abordagem adotada pela China, a Coreia do Sul optou por tornar transparente o processo de negociação com criptomoedas, na intenção de “promover a tecnologia blockchain”. É o testemundo do que esforços concentrados entre a população de um país pode fazer, particularmente em um sistema de governo que está disposto a ouvi-la.

Se um lado, o governo da Coreia do Sul vê o Bitcoin, as negociações e o blockchain interligados, por outro também os vêem isolados. Por isso, os legisladores estão focados nas transações com as criptomoedas.

“Posso garantir que o governo tem mantido uma abordagem consistentemente cuidadosa e atenta sobre as condições do mercado e negociações internacionais, mantendo todas as possibilidades abertas”, enfatizou Hong Nam-ki, ministro do escritório de políticas governamentais, em um comunicado.

O governo sul coreano também prometeu uma resposta rápida a qualquer atividade de comércio ilegal em criptomoedas. “Esta é a política básica do governo para evitar atos ilegais e opacidade no processo de transações virtuais com as moedas”, revelou o documento.

Petição presidencial

No mês passado, o governo da Coreia do Sul disse que pretendia “conter as especulações”, o que parecia ser um primeiro passo para o fechamento das exchanges. Além de desencadear uma espiral no preço do Bitcoin naquele momento, o aviso também inspirou uma reação dos cidadãos, como evidenciada nesta petição assinada por 300 mil habitantes que se opuseram à proibição e pediram ao governo que não crie “regulamentos injustos sobre as moedas virtuais”.

A petição abriu caminho para o presidente Moon Jae-in através do site Blue House, já que a aprovação do presidente foi derrubada junto com o preço do Bitcoin na época.

Enquanto os legisladores ao redor do mundo continuam a combater as diferentes opiniõese numerosos facetas no mercado de criptomoedas, uma coisa está clara: A Coreia do Sul é a chave para o mercado de Bitcoin. A posição do governo de aceitar as negociações com criptomoeas é uma vitória não só para o país mas para a comunidade de criptomoedas em geral.

Os políticos da Coreia do Sul tomaram algumas medidas, tais como a proibição do comércio de criptomoedas de contas anônimas e também planejaram implementar um imposto sobre os ativos digitais. Mas essas medidas são mais aceitável que uma proibição total.

Fonte: CCN

loading...