Casos de uso Trading

Bolsa de valores da Jamaica começará a negociar criptomoedas até o final de 2018

Postado por em 14 de agosto de 2018 , marcado como , , , , ,

A Bolsa de Valores da Jamaica se mostra amigável às criptomoedas e planeja oferecer a opção de transações com moedas digitais para seus clientes.

Bolsa de Valores da Jamaica planeja negociar criptomoedas até o final de 2018

(Foto: Pixabay)

A instituição informou, nesta terça-feira, que assinou um memorando de entendimento com a startup de blockchain Blockstation, para a criação de uma nova plataforma de ativos digitais.

Embora não esteja claro quais tokens serão listados, a plataforma está configurada para entrar em operações até o final desse ano.

A diretora-geral da exchange jamaicana, Marlene Street Forrest, ressaltou que a oferta de criptomoedas como produtos de investimento se enquadra nos serviços já oferecidos pela bolsa, como ações e títulos.

“O objetivo no final do dia é a negociação de tokens, os contratos inteligentes e promover as áreas do mercado que se interessam por esses produtos. [vamos] começar a fazê-lo de forma segura”, refletiu ela, em um pronunciamento para o Coindesk.

A Blockstation está fornecendo a tecnologia, explicou, enquanto a infraestrutura da bolsa de valores será conectada à nova plataforma, permitindo que investidores qualificados realizem compras ou negociações.

Criptomoeda própria

Além de listar criptomoedas para serem negociadas, Forrest disse que a bolsa continuará a observar como a tecnologia blockchain pode beneficiar a plataforma e seus clientes.

A diretora acrescentou que essa análise poderá, inclusive, influenciar positivamente os planos da exchange de incluir a emissão de sua própria criptomoeda em algum momento futuro.

“O ambiente muda, todo o ecossistema muda. Então, pode ser o caso [embora] nesse momento não seja uma discussão”, disse ela.

O cofundador e arquiteto corporativo da Blockstation, Jai Waterman, relatou que a startup já vem trabalhando com a bolsa de valores da Jamaica por aproximadamente seis meses.

Dentre os pedidos específicos da exchange, foram incluídos o desenvolvimento de ferramentas para rastrear a manipulação do mercado e outras necessidades regulatórias, observou ele.

“Nossa missão é fornecer um método seguro de negociação de criptomoedas para a corretagem e bolsas de valores”, disse ele.

Segundo Forrest, a bolsa de valores da Jamaica não está com pressa. Ela está avançando no seu tempo para garantir um lançamento seguro para os investidores.

“Nós temos um comitê diretor projetado e formulado para mirar no produto da Blockstation e olhar a tecnologia blockchain em geral, a fim de percorrer as fases que garantam um bom entendimento do que estamos nos envolvendo, em convergência com o que somos treinados”, finalizou a diretora.

loading...