Casos de uso

Blockchain na aviação: Air France vai testar

Postado por em 6 de outubro de 2017 , marcado como , , , , , , , , ,

Conforme noticiado pelo Aviation Today, a companhia Air France KLM está avaliando o potencial do  blockchain para gerenciar processos de manutenção em aeronaves.

A primeira a ilustrar um caso de uso do Blockchain para aviação foi a IBM, em janeiro desse ano. Agora, Air France KLM, Microsoft e Ramco Aviation se juntaram para pesquisar a fundo o uso da tecnologia através do braço de inovação da companhia área, o MRO Lab.

“As quatro características do blockchain – resiliência, rastreabilidade, integridade e desintermediação – são bem adequadas para a cadeia de fornecimento na aviação”, disse James Kornberg, diretor de inovação da Air France KLM. Kornberg afirmou que seu time está trabalhando para criar um caso real de uso do blockchain para indústria da aviação.

As declarações foram feitas em um webinar transmitido recentemente, onde o engenheiro da Ramco Aviation, Ramesh Sivasubramanian, fez uma simulação, usando Microsoft Azure e blockchain, de um processo de falha em uma aeronave.

Aviação de olho no blockchain

Além da Air France KLM, outra companhia aérea tem demonstrado bastante interesse no uso da blockchain na aviação. A Lufthansa lançou recentemente uma iniciativa chamada de Blockchain for Aviation (BC4A) que pretende reunir desenvolvedores de software, fabricantes de aeronaves e outros players da indústria para criar uma base para o futuro uso de blockchain na indústria da aviação.

A Accenture, famosa consultoria internacional, também publicou recentemente uma visão geral de como o blockchain pode ser aplicado na aviação.