Geral

Bitcoin volta a ser negociado acima dos US 50k

Postado por em 23 de August de 2021 , marcado como , ,

Bitcoin novamente negociado acima dos US$ 50.000,00.

Pela primeira vez desde maio deste ano, o BTC atingiu US$ 50.000

Bitcoin negociado acima dos US 50k

No final de junho, o preço do BTC baixou da máxima histórica para cerca de US$ 29.000.

Todavia, com a atual recuperação do preço o ativo retomou mais de 72% de sua máxima histórica. 

Este é um indício de que o mercado está entrando na segunda fase de seu ciclo atual de alta. 

Na Bitstamp, o valor da moeda chegou a alcançar US$ 50.270,00.

O criptoativo atingiu US$ 943 bilhões em capitalização de mercado. 

US$ 50.000 pela primeira vez desde maio deste ano

Métricas on-chain apresentaram um retorno das movimentações em direção ascendente.

Esses dados mostram que os Holders e as instituições vêm fortalecendo suas posições em Bitcoin desde que os valores reduziram com a baixa que se iniciou em maio deste ano.

Uma sucessão de mínimas mais altas e um indício positivo no preço aumentaram o impulso do BTC desde que ele veio a ser transacionado em torno de US$ 30.000.

Ganância extrema enquanto Bitcoin é negociado a 50K

No entanto, o Índice de Medo e Ganância do Bitcoin, que significa a análise de vários vetores do mercado, em menos de um mês deixou a posição “medo extremo” e foi para a “ganância extrema”.

Esse não é um sinal totalmente positivo, uma vez que em cenários como esse é comum que existam retrações no preço.

Segundo a CoinGecko, hoje em dia, a capitalização total do mercado cripto está girando em torno de US$ 2,2 trilhões.

No mês de julho, a capitalização total do mercado baixou para menos de US$ 1,3 trilhão no decorrer do pior período da recente redução.

Bitcoin otimista novamente?

A última vez que o Bitcoin viu esse preço foi em meados de maio.

Naquela época Elon Musk, CEO da Tesla, disse que sua empresa não aceitaria mais o ativo como pagamento.

A desculpa foi que preocupações sobre questões ambientais estariam na pauta do dia.

Além da decisão de Musk, houve um aumento da repressão na China contra o mercadocripto.

Assim, o Bitcoin despencou nos dias e nas semanas que se seguiram e está se recuperando somente agora.

De julho para cá, no entanto, a moeda recuperou o fôlego e voltou a valorizar.

Isso ocorreu em parte porque Musk fez as ‘pazes‘ com o BTC e porque os mineradores expulsos da China conseguiram se reestabelecer em outros países ao redor do globo.

A retomada dos US$ 50 mil nesta segunda é vista por muitos traders como um marcador psicológico de sucesso.

Ethereum e Altcoins buscam lucros

Assim como o Bitcoin, algumas altcoins também operam em alta nesta segunda.

O Ethereum (ETH), segunda maior criptomoeda em capitalização de mercado, subiu quase 2% nas últimas 24 horas, sendo negociada a US$ 3.332 hoje.

Apesar de o BTC ter comandado a reabilitação do mercado de criptomoedas no começo do mês, diversas altcoins se valorizaram desde esse tempo.

No instante em que este texto foi escrito, Cardano (ADA), Polkadot (DOT) e Solana (SOL) estavam valorizando na casa dos dois dígitos.

Para um guia sobre como comprar Bitcoin, clique no link!

Siga o Criptoeconomia nas redes sociais!