Investimentos

Bancos dos EUA proíbem compra de criptomoedas no cartão de crédito

Postado por em 6 de fevereiro de 2018 , marcado como , , , , ,

Os usuários de cartões de credito de quatro bancos nos Estados Unidos foram impedidos de comprar criptomoedas através da plataforma da Coinbase, confirmou a exchange.

(Foto: Pixabay)

De acordo com um tweet da empresa, os usuários de cartões de crédito da JPMorga Chase, Bank of America, Citi e Capital One estão atualmente proibidos de adquirir criptomoedas na plataforma.

No entanto, outros canais de pagamento como cartões de débito e transferência bancária ainda estão disponíveis e sendo encorajadas pela Coinbase como alternativa para os clientes afetados.

A notificação veio para confirmar uma notícia recente de que os bancos JPMorgan Chase, Bank of América e Citi proibiriam as trocas a partir de fevereiro para evitar os temores de um possível endividamento dos usuários de cartão de crédito caso os preços das criptomoedas caíssem. Além disso, a restrição também se estendeu ao Capital One, também um dos principais emissores de cartões de crédito nos EUA.

Queda do Bitcoin

Esta notícia chega em meio a uma grande correção de preços nos mercados de criptomoedas nas últimas semanas. De acordo com o último relatório da Coindesk, o peco do Bitcoin caiu para US$ 6 mil; na mesma data em janeiro os valores eram próximos a US$ 17 mil.

Os dados da CoinMarketCap também indicam que o mercado total de capitalização das criptomoedas mergulhou, hoje, para menos de US$ 300 bilhões pela primeira vez desde o dia 25 de novembro de 2017.

A tendência de barrar as compras de Bitcoin com cartões de crédito não está sendo revista apenas no mercado norte americano. O grupo bancário britânico Lloyds também bloqueou os usuários de cartões de crédito de várias de suas maiores subsidiárias – incluindo a Halifax, MBNA e o Bank of Scotland – de comprar Bitcoin no crédito.

Fonte: Coindesk