Startups Tecnologia

Apólice de seguro baseada em blockchain é desenvolvida para vítimas de furação

Postado por em 24 de abril de 2018 , marcado como , , ,

A Etheric – empresa por trás de um protocolo de blockchain feito sob medida para a indústria de seguros – projetou uma política descentralizada para cobrir desastres naturais em Porto Rico, país muito propenso a furações.

Apólice de seguro baseada em blockchain é desenvolvida para vitimas de furação

(Foto: Pixabay)

De acordo com um anúncio, a Etheric foi abordada por dois desenvolvedores de Ethereum locais para projetar uma política voltada para o fornecimento de cobertura de danos a furações, para os moradores da ilha caribenha.

A necessidade do projeto surgiu após muitas pequenas empresas e famílias de baixa renda serem atingida pelo furacão Maria e, posteriormente, enfrentarem pedidos atrasados e recusas para o pagamento de apólices das seguradoras tradicionais, de acordo com a startup.

Hospedado em uma plataforma distribuída, a Etheric revelou que a nova política reduzirá os custos premium ao eliminar os intermediários no processo de sinistros. O que proporciona mais transparência, já que todas as transações ficam visíveis para as seguradoras e residentes.

Fazendo uso de contratos inteligentes, a política descentralizada aciona pagamentos automatizados de seguros, com base em parâmetros climáticos predeterminados.

Sobre lançamento, o co-fundador da Etheric, Stephan Karpischek, comentou:

“O projeto para furacões é o primeiro caso de uso que incorpora nossas crenças sobre o que o seguro deve alcançar: ajudar as pessoas a resolver problemas reais e gerenciar riscos em suas comunidades”.

A nova política marca a mais recente exploração da Etheric no uso da tecnologia blockchain, para melhorar a eficiência e a satisfação do cliente dentro do setor de seguros.

Em um evento na última sexta-feira, o também co-fundador, Chrisroph Mussenbrock, falou sobre outro produto desenvolvido pela empresa, que autoriza os pagamentos de seguro quando os voos são atrasados com base nos dados transacionados sobre o blockchain do Ethereum.

Fonte: Coindesk