Investimentos Tecnologia

Três lições que as grandes marcas podem ensinar sobre blockchain e empreendedorismo

Postado por em 6 de julho de 2018 , marcado como , , , ,

Com o movimento do blockchain ganhando impulso, é fácil argumentar que o número crescente de grandes empresas interessadas na tecnologia não passa de apropriação e lucro – em vez de ser uma decisão que se baseia no interesse pela inovação.

Três lições que as grandes marcas podem ensinar sobre blockchain e empreendedorismo

(Foto: Pixabay)

Sem sombra de dúvidas, investir na tecnologia é um caminho muito procurado por companhias que almejam vantagens competitivas. Mas não só isso. Como é fácil perceber, o blockchain tem vantagens que não só melhoram os processos empresariais mas a própria relação dos clientes com os produtos.

Pensando nisso, hoje abordaremos 3 lições fundamentais que as grandes líderes podem oferecer para startups que buscam vantagens nos seus setores.

1.Blockchain traz mais agilidade

A crescente popularidade das criptomoedas significa, também, um maior número de pessoas querendo fazer parte do movimento. No entanto, é bom deixar claro que o blockchain não é capaz de resolver todos os problemas do mundo, como muitas pessoas querem acreditar.

Ou seja, tentar aplicar o blockchain em qualquer plataforma existente pode resultar em um projeto descartável e perda de dinheiro. A melhor solução é encontrar um uso prático para que a tecnologia possa agregar valor.

Um exemplo é a proposta da automobilística Ford. A companhia tem como objetivo investir na tecnologia blockchain para permitir que seus carros se comuniquem na estrada e, assim, possa aliviar o congestionamento.

Por meio de um token, os veículos poderão negociar criptomoedas simbólicas entre si de uma forma possam diminuir a velocidade ou permitir a ultrapassagem de outro automóvel.

Dessa forma, os pagamentos simbólicos seriam utilizados como uma espécie de “crédito de estrada” dentro do sistema proposto.

2.Blockchain melhora o rastreamento

Empresas com alto nível corporativo no varejo ou logística precisam lidar com a complexidade da cadeia de suprimentos. Uma das maiores vantagens do blockchain é a imutabilidade das informações que ficam registradas no seu livro-razão.

O Walmart, por exemplo, já tomou a iniciativa de criar uma plataforma que rastreia produtos alimentícios desde sua origem até o momento que vão para as prateleiras.

Ao utilizar o blockchain, ouras empresas podem acompanhar seus produtos da mesma forma, permitindo que cada bloco da cadeia possua dados incontroversos.

No caso do Walmart significa reduzir a probabilidade de produtos vencidos. Para as pequenas startups representa o aumento da transparência, da responsabilidade e da segurança em toda a cadeia de suprimentos.

3.Blockchain oferece caminhos que incentivam os consumidores

Outro benefício altamente elogiado da tecnologia é a sua capacidade de tokenizacão, que pode ser usada para comprar serviços no aplicativo ou fornecer recompensas e incentivos para os usuários.

Isso permite que as empresas criem ecossistemas de valor agregado que recompensam os clientes por contribuírem e reinvestirem seus tokens de volta na empresa.

A tokenização já está sendo implementada por grandes marcar e sendo rapidamente adotada como uma estratégia de marketing.

Um bom caso de uso é da fabricante de café italiana Latesso. A empresa está incluindo endereços de tokens em seus produtos, no qual os usuários podem resgatar prêmios online e até mesmo trocar por moeda fiat.

Como pudemos conferir nos exemplos acima, ao prestar atenção às principais tendências e estratégias realizadas pelas grandes marcas, as startups podem encontrar maneiras de oferecer serviços exclusivos que aproveitam ao máximo os atributos e benefícios do blockchain.