Mercado

Boris Titov, defensor do bitcoin, pode se tornar o novo presidente da Russia

Postado por em 7 de dezembro de 2017 , marcado como , , , ,

Aos 56 anos, o ombudsman e dirigente do Entrepreuneur’s Rights, Boris Titov caminha na direção da presidência russa em 2018. Ele é um veemente defensor do bitcoin, sugerindo que o país deveria seguir o exemplo do Japão. Caso seja eleito, ele promete legalizar esta e outras criptomoedas.

(Foto: Chrys)

“Titov integra o time do Kremlin e é amigo do presidente Vladmir Putin”, descreveu o jornal Moscow Times, acrescentando que “ele é também um político com ideologia econômica liberal e encabeça os esforços presidenciais de combate a corrupção”.

Em entrevista a publicação Mail.ru, Boris Titov revelou a intenção de validar o bitcoin e outras moedas virtuais “ criptomoedas usuais, incluindo o bitcoin e Ethereum, serão legalizadas. As pessoas terão a portunidade de armazena-las em bancos e câmbios de criptografias, e utiliza-las como meio de pagamento, no entanto apenas para transações externas”.

Titov explicou, “você não poderá pagar por um sanduiche no mercado com criptomoeda”, e acrescentou que “é necessário mudar a economia russa. Existe uma necessidade por transformações na sociedade; ressaltando que estamos falando sobre economia digital, desenvolvimento de blockcahin, criptomoedas e TI-esfera”.

Titov não pretende criar criptomoeda nacional

Em outubro, o presidente Vladmir Putin autorizou o desenvolvimento de uma moeda nacional, o Cryptoruble. A proposta inicial foi enviada para o Ministério das Mídias e Comunicações. Titov ainda ponderou que seu time estava trabalhando em uma ideia similar:

“Três meses atrás nós pensamos em criar uma moeda nacional. Mas tudo muda rapidamente e decidimos abandonar a ideia. Afinal de contas, o objetivo da criptomoeda é reduzir custos, e nós percebemos que a criação de uma criptomoeda nacional não seria necessário. Mais importante é regularizar o que já existe”.

Titov é a favor do bitcoin

Como defensor do bitcoin e outras criptomoedas, o candidato a presidência da Russia, solicitou, em julho deste ano, que o banco central seguisse o exemplo do Japão e legalizasse a moeda, conforme noticiou o New.Bitcon.com.

Em fevereiro, o site Klops.ru reportou a sugestão de Titov de escolher a região russa, Kaliningrad, como um local piloto no uso e comercializaçãoo de criptomoedas. “Por exemplo, você poderia pagar pela gasolina com bitcoin”, disse Titov.

No entando, Titov será um concorrente direto do presidente Valdmir Putin, que anunciou, na quarta feira, a intenção de disputar a reeleição. A verdade é que o próprio Putin enfrenta desafios, como descreveu o Moscow Times “ A maior ameça para a re-eleição dele é, talvez, uma indecisão e apatia pública; com recentes pesquisas mostrando que mais de 40% do eleitorado não sabe em quem votar ou se  eles estarão inspirados para irem às urnas.

Fonte: News.bitcoin.com