ICO Regulamentação

Mais um para o clube: Coréia do Sul proíbe ICO

Postado por em 29 de setembro de 2017 , marcado como , , ,

Não há muito tempo atrás, a China proibiu as empresas de realizarem ICO (Initial Coin Offer), uma forma de financiamento baseado em criptomoedas. Hoje, em Seaul, o governo sul-coreano também anunciou o banimento dessa prática depois de uma reunião da força tarefa para regulamentação das criptomoedas.

O país se preocupa com o risco de fraude do financiamento por ICO, que tem se tornado cada vez mais popular nesse ano e só em setembro atingiu a marca de 500 milhões de dólares, segundo o CoinDesk.

“Estamos preocupados com os efeitos adversos, como o aumento do risco de fraude, portanto as ICOs serão proibido sob todas as formas”, afirmou Kim Yong-bum, vice-presidente do conselho da Comissão de Serviços Financeiros da Coréia do Sul.

O futuro das casas de câmbio de criptomoedas na Coréia do Sul também é incerto. A comissão vai discutir as condições de operações dessas exchanges em próximas reuniões. A Bithumb, principal do país, já transacionou mais de 427 milhões de dólares.

Enquanto uma série de países vem proibindo as ICO, a Rússia, decidida a sair na frente no que diz respeito a Blockchain, se prepara para legalização da prática e aproveitar seu potencial. Uma companhia ligada diretamente ao Vladimir Putin visa levantar U$ 37 milhões para tornar a Rússia competitiva na mineração de criptomoedas.