Tecnologia

Estudo do Fórum Econômico Mundial destaca a Blockchain como alternativa para resolver questões ambientais

Postado por em 17 de setembro de 2018 , marcado como , , , ,

Uma nova pesquisa liderada pelo Fórum Econômico Mundial (FEM), identificou 65 maneiras pelas quais a tecnologia blockchain pode ser utilizada no enfrentamento de alguns dos problemas mais urgentes  e desafiadores do planeta.

Estudo do Fórum Econômico Mundial destaca a Blockchain como alternativa para resolver questões ambientais

(Foto: Pixabay)

O estudo, conduzido em parceria com a empresa de auditoria PwC e divulgado na Cúpula de Ação Climática Global, na semana passada, examina como as novas plataformas poderiam “incubar ecossistemas de blockchain”, segundo um release da assessoria de imprensa.

Segundo a CoinDesk, esse sistema de redes pode ser aplicado tanto em gerenciamentos descentralizados dos recursos naturais, como energia e água, até a criação de cadeias de suprimentos que ajudam a promover maior sustentabilidade.

A blockchain também poderia fornecer novos mecanismos de financiamento, a fim de elevar as vastas somas de dinheiro necessárias para gerar o crescimento da “economia de baixo carbono e de sustentabilidade”, acrescenta o comunicado.

Como já relatamos no Portal Criptoeconomia, já existem alguns projetos baseados em blockchain que abordam questões de sustentabilidade como o rastreamento do café – do plantio até a colheita e se houve a adição de pesticidas – ou ainda como ferramenta para minimizar as emissões de carbono na atmosfera.

“A transparência é vital para influenciar a decisão dos consumidores, atualizar as práticas das cadeias de suprimentos e desencadear novos arranjos de governança”, destacou o release.

A pesquisa também divide as áreas em que a tecnologia blockchain poderia impactar positivamente, em seis seções: mudanças climáticas, biodiversidade e conservação, oceanos, segurança da água, ar puro e clima.

Pouca atenção

O documento argumenta que tais oportunidades estão sendo amplamente ignoradas pelos desenvolvedores, investidores e governos, ainda que representem uma oportunidade para “desbloquear e monetizar o valor que está atualmente embutido nos sistemas ambientais”.

Enquanto os casos de uso da blockchain para sistemas financeiros disruptivos tenham sido o foco das empresas e investidores, uma das representantes da PwC do Reino Unido, Celine Herweijer, comentou:

“Há uma oportunidade para novas ideia aproveitarem essa tecnologia nascente a fim de ajudar a gerar grandes ganhos para o meio ambiente. Que vão desde cadeias de fornecimentos limpas, transparentes e éticas até o incentivo do consumo e da produção sustentável; ou ainda apoiar a tão necessária transição para a energia descentralizada de baixo carbono, água e sistemas de mobilidade”.

O relatório termina sugerindo que a blockchain tem potencial para ajudar a promover uma transição para soluções mais limpas e fáceis de usar, assim como para “desbloquear o capital natural e empoderar as comunidades”.