ICO Investimentos Mercado

Change – O primeiro cripto banco descentralizado para os e-Residents

Postado por em 6 de setembro de 2017 , marcado como , , ,

A empresa Change permitirá que os e-Residents e os cidadãos globais gastem e invistam em Cryptocurrencies.

A empresa que tem sede em Cingapura e Estônia, está construindo um mercado que oferece acesso contínuo a inúmeros serviços financeiros em uma única plataforma, além de um cartão de crédito. A empresa irá liderar uma ICO (Initial Coin Offerinfg), em 16 de setembro para financiar a criação deste primeiro cripto banco. Eles estão conduzindo o uso da identificação digital através do programa e-Residency pelo Governo da Estônia.

“A Identidade Digital é uma das chaves para a solução da inclusão financeira, por isso estamos muito satisfeitos com o fato da Change usar nossas identidades digitais governamentais de alta segurança para ajudar a resolver esse problema e desenvolver seu negócio”. – Kaspar Korjus

“Vivemos em um momento em que, para quase todos os serviços oferecidos por um banco, existe uma empresa “Fintech” que utiliza tecnologia de ponta e uma equipe especializada para oferecer um serviço melhor, mais rápido e mais barato. Não é uma previsão, isso é hoje”, diz Kristjan Kangro, CEO da Change. A empresa se concentra em prestar um serviço nichado, seja transferências (Transferwise), pagamentos (Stripe), investimento (Smartly) ou seguro (Oscar).

Desenvolvido pela tecnologia blockchain e pelas moedas criptográficas, o mercado da Change permitirá que um usuário selecione entre vários provedores de serviços Fintech especializados, tudo no mesmo aplicativo. Para garantir uma experiência contínua e eficiência operacional, todos os provedores de serviços estão conectados através de uma API aberta. Ao usar moedas criptográficas, a Change pode suprir as desvantagens da infra-estrutura financeira existente.

Para que o mercado seja compatível com a regulamentação, a Change está criando um utilitário KYC (Know-Your-Customer) padronizado em várias camadas. Os usuários não precisarão apresentar informações extensas para se inscrever no aplicativo e obter um cartão de pagamento criptográfico. No entanto, “para usar os serviços regulados da Fintech, você precisará verificar sua identidade”, diz Kangro. A e-Residency da Estônia conduz uma verificação profunda dos antecedentes, ao mesmo tempo em que possui uma base de clientes potenciais muito consistente para oferecer um bom serviço.

Nos últimos meses, novos desenvolvimentos ocorreram para os e-Residents, incluindo a possibilidade de ter acesso a bancos comerciais sem fronteiras, graças à parceria da e-Residency com a empresa do ramo Fintech finlandesa que se chama Holvi. Com o mercado da Change para pessoas físicas, a e-Residency poderá em breve oferecer um conjunto completo de serviços bancários fintech para os usuários em geral.

A oferta inicial de mudança das moedas estará ocorrendo no dia 16 de setembro e ficará aberta por 30 dias ou até atingir o objetivo de 200,000 Ether.