Mercado

Bitcoin: Cinco coisas para saber sobre a principal criptomoeda do mercado nessa semana

Postado por em 13 de December de 2022 , marcado como

O Bitcoin está começando uma das semanas macroeconômicas mais importantes do ano em uma posição fraca, negociado abaixo dos 17 mil dólares. Após o fechamento semanal do domingo, o par BTC/USD mostrou um impulso discreto de alta antes da abertura de Wall Street, no dia 12 de dezembro.

Com a volatilidade ainda não aparecendo, a maior criptomoeda do mercado continua sendo negociada em uma faixa bastante estreita. Por conta disso, os analistas estão cada vez mais impacientes e esperam ansiosos por novos eventos catalisadores que sejam capazes de movimentar os preços da criptomoeda no mercado.

No entanto, é possível que esses efeitos catalisadores devam chegar ao mercado nos próximos dias, sobretudo porque são os dados macroeconômicos dos EUA que serão divulgados e suas consequências sobre a política monetária do Banco Central dos EUA (Fed) provavelmente terão um impacto significativo nos mercados de criptomoedas.

Em outros setores, o desconforto se mantém: os mineradores de Bitcoin estão enfrentando dificuldades, o sentimento é desinspirado e os traders estão cada vez mais fazendo comparações com os fundos dos mercados de baixa anteriores. Onde pode ir a ação do preço do BTC na próxima semana?

Saiba mais: Bitcoin passa a ser vendido por metade do seu valor no maior fundo de criptoativos do mundo. Mas qual a pegadinha por trás dessa jogada?

O mercado segue em alerta e aguarda os resultados do CPI mais importante deste ano de 2022

A frase que tem sido repetida por todos nesta semana é Índice de Preços ao Consumidor (CPI) – a principal medida da inflação para os consumidores finais nos Estados Unidos.

Apesar de ser divulgado todos os meses, o último relatório do CPI neste ano, com dados de novembro, será revelado em 13 de dezembro e terá uma importância ainda maior para o mercado. Com apenas duas semanas até o fim do ano, as chances de um “rally de Natal” para ativos de risco, por exemplo, agora estão em jogo.

Não é apenas o relatório do CPI em si; o Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC) do Fed decidirá sobre o aumento de juros nesta semana, e o presidente Jerome Powell fará um discurso que será analisado cuidadosamente pelos comentaristas do mercado em busca de indícios de mudanças nas políticas da autoridade monetária.

“Relatório do CPI na terça-feira, aumento das taxas do FED e discurso de JPow na quarta-feira. Esteja atento à volatilidade”, resumiu o perfil do recurso de análise on-chain Material Indicators no fim de semana.

O popular trader MisterSpread acrescentou que outras decisões fora dos EUA tornam esta “uma das semanas mais (se não a mais) importantes” do ano.

“O CPI de terça-feira será mais uma vez ‘a mais importante divulgação de CPI de todos os tempos’. Dessa vez porque o mercado está preparado para seu rally épico de squeeze curto de 2 meses”, escreveu a trading QCP Capital em uma atualização do mercado.

Seja mais alto ou mais baixo, o CPI deverá introduzir maior volatilidade nos mercados

O Índice de Preços ao Consumidor (CPI) pode causar volatilidade nos mercados no momento de sua divulgação, independentemente de estar acima ou abaixo do esperado. A calma só é restaurada após o discurso do presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, sobre a taxa de juros.

Saiba mais: Celsius: Juiz determina que a plataforma devolva 50 milhões de dólares aos seus investidores

 

 

Siga o Criptoeconomia nas redes sociais!